sábado, 23 de outubro de 2010

Carta de Amor

Eu realmente não consigo parar de pensar em ti...

A cada instante, a lembrança de tua face invade a minha memória como o mais violento tufão e como a mais suave brisa.

Não há um só elemento de minha amarga vida que não traga à minha lembrança a imagem da perfeição que tu és.

É impossível descrever a ânsia do meu ser pela tua presença; não sei como exprimir o anseio dos meus lábios têm para experimentar o doce sabor de tua boca; não tenho palavras para mensurar a ansiedade de meu corpo por um abraço teu.

És tão linda como a mais bela das rosas; tão graciosa como a dança dos planetas em torno do sol; tão suave como a mais doce melodia já tocada por mãos humanas.

Teu sorriso me cativa, teu olhar me inspira. Penso em ti a cada momento de minha triste existência (triste porque não te tenho; se tivesse, eu seria a mais feliz das criaturas humanas).

Suspiro por ti, minha musa. Satisfaça minha ânsia: caia em meus braços, toque meus lábios com os teus, seja minha dama. O que sinto por ti, não posso expressar.

5 comentários:

  1. Linda carta de amor a MUSA que o diga, heinm?

    ResponderExcluir
  2. A musa não sente o mesmo por mim...=/ Acontece, né?!

    ResponderExcluir
  3. Então, definitivamente, ela é BURRA!!!!
    Não gosto mais dela, pronto!

    ResponderExcluir
  4. Realmente Thiago , ela não te merece !

    ResponderExcluir